© 2016 por www.casadeconcessa.com.br  - Br 040 km 49 Paracatu - MG - Informações e reservas em (38) 3408-6184 ou (38) 9 9197-4041

  • White Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black TripAdvisor Icon
  • Black Facebook Icon

BASEADA NA PEÇA TEATRAL “CONCESSA TECENDO PROSA”, HÁ QUINZE ANOS CIRCULANDO PELO BRASIL, CONCESSA TEMATIZA SUA PALESTRA CONSERVANDO A EMOÇÃO E A ALEGRIA DE UMA COMÉDIA. A PARTIR DE SUA PRÓPRIA HISTÓRIA – TÃO COMUM A MILHARES DE BRASILEIRAS, CONCESSA TECE PROSA SOBRE OS MAIS VARIADOS ASSUNTOS. 

ABERTURA DE EMPRESAS: Concessa é biscoiteira e trabalha na informalidade. Sonha em ter uma empresa com CNPJ e tudo... Procura o SEBRAE que é o “ginecológico” das empresas. Faz a comparação com o nascimento de um filho. Ter todo cuidado na abertura e muita dedicação nos primeiros anos de vida. 

EMPREENDEDORISMO: Concessa motiva a plateia comparando a empresa com um sonho. Desperta o talento, a vocação e a alegria de trabalhar – valores que muitas vezes são perdidos na busca de espaço no mercado. 

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: Lembrar cada um da sua parcela de responsabilidade com o meio ambiente. Pequenas atitudes diárias que colaboram no processo de combate ao caos ambiental que vivemos. “DEFEITO ESTUFA” compara a menopausa com o efeito estufa. É o micro e o macro. Pequenas atitudes que contribuem para o equilíbrio do planeta. 

 

TECNOLOGIA: Concessa com sua pouca escolaridade se vê às voltas com toda sorte de equipamentos digitais. Vê a tecnologia como ferramenta de informação, de acesso a oportunidades e busca se adequar aos novos tempos com a ajuda dos filhos e dos projetos de inclusão digital. 

 

EDUCAÇÃO FINANCEIRA: Com o advento econômico da “classe c” e a abertura de muitas linhas de crédito, Concessa está cheia de contas pra pagar. A comparação é com a casa. Se até casa quebra, imagine uma empresa? Com a orientação do SEBRAE, Concessa busca saúde financeira para si e para a empresa. 

 

CULTURA: “Cultura não é o que vemos e ouvimos. É o que transforma o nosso jeito de ver e ouvir”. Partindo deste conceito, Concessa compara a cultura com todo conhecimento que podemos adquirir no dia-a-dia. Com as pessoas, com a natureza, com nossas reflexões. Mostra de um jeito muito simples que cultura não está relacionada à classe social. Que hoje, todos podemos ter acesso à cultura.